Espelho

Havia um vidro espelhado na parede da sala onde me encostaram. Devagar, o vidro começou a subir e, do outro lado, apareceu-me uma sala que era um reflexo perfeito do espaço onde estava agora. Era o espaço para onde devia ir a seguir, um espaço em tudo igual a este, mas sem mim lá dentro.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s